Ligue Agora! (11) 4902-9052

Controle financeiro pessoal: 6 dicas fundamentais para a sua rotina

controle-financeiro-pessoal-6-dicas-fundamentais-para-a-sua-rotina

Como ter uma vida financeira saudável? Certamente, você já deve ter se feito essa pergunta inúmeras vezes, certo? Para sair do vermelho, pagar todas as dívidas e ficar sem preocupações, é fundamental realizar um controle financeiro pessoal!

Apesar de parecer uma maneira difícil de lidar com suas finanças, vale a pena investir seu tempo em conhecimento para aprender a realizar esse tipo de administração. Para lhe ajudar nessa tarefa, separamos 6 dicas essenciais para implementar um controle financeiro pessoal eficaz em sua rotina. Confira!

1. Conheça suas pendências financeiras

Não adianta fazer uma planilha de gastos se você não conhece suas pendências financeiras. Então, comece por um belo e rico inventário de suas dívidas. Saiba quanto deve no cartão de crédito, quanto deve na escola de seus filhos, no carro, no condomínio. Depois, faça os cálculos necessários para ter total consciência de suas despesas.

2. Saiba quais são os seus gastos

Saiba quais são os seus gastos variáveis e quais são os gastos fixos. Assim, você conseguirá controlar melhor o seu salário. Na tabela de gastos variáveis, pode-se incluir: água, luz, telefone, gasolina e outras contas que não têm um valor fixo. Já nos gastos fixos deve ser colocado: aluguel, parcelas de financiamentos, parcelas de empréstimos, escolas, tv paga e todos os gastos que têm parcelas fixas.

3. Renegocie suas dívidas

Renegociar suas dívidas é importante, visto que os juros altos podem acabar com seu salário em um piscar de olhos. Portanto, vá até seu banco e faça um acordo para pagar em parcelas fixas tudo o que você deve: desde cartão de crédito até os empréstimos. Não vale a pena pagar juros altos e permanecer enforcado todos os meses.

4. Refaça suas prioridades

Quais são suas prioridades? Pagar suas dívidas ou comprar aquele lindo carro que é lançamento no mercado? Viajar para o exterior de férias ou manter sua conta mais sadia?

Para quem está enrolado em dívidas, a prioridade deve ser sempre pagá-las. Os outros elementos podem ser comprados depois que a sua crise financeira acabar.

5. Tenha um fundo de emergências

Separe, pelo menos, 10% de seu salário todos os meses. As emergências ocorrem quando menos imaginamos, por isso, ter um fundo para cobri-las e não endividar-se com elas é o fundamental.

Uma necessidade a ser valorizada, por exemplo, é a compra de um seguro de saúde. Isso aliviará uma grande parte dos gastos caso as maiores emergências sejam relacionadas à saúde.

6. Pesquise antes de comprar

Não compre nada de imediato, mesmo que esteja em promoção. Muitas vezes, há uma diferença que pode chegar em até 45% de diferença de valores entre o mesmo produto em diversas lojas. Então, espere as promoções e pesquise para saber se aquele valor é o mais barato. Essa é uma boa forma de cuidar do seu dinheiro.

O controle financeiro pessoal é a solução para quem quer sair do vermelho e começar a respirar aliviado novamente, por isso, deve ser levado muito a sério!

Como dito anteriormente, vale a pena investir em planos de saúde para economizar com médicos e profissionais da área de saúde. Quer saber mais? Veja como escolher um plano de saúde ideal!

Solicite orçamento expresso. Entraremos em contato em 10 minutos. Clique aqui.