Ligue Agora! (11) 4902-9052

O que é hanseníase, quais os sintomas e como tratar?

Presente em relatos antigos da literatura e até mesmo em relatos bíblicos, a hanseníase é uma doença permeada de mitos, causada pelo parasita Mycobacterium leprae.

Apesar de ser muito antiga, a condição foi catalogada apenas em 1873 pelo cientista Hansen, a quem o nome se refere. Apesar de ter sido controlada ao longo dos séculos, porém, a hanseníase também é comum em países com condições precárias de higiene e saúde, principalmente nos menos desenvolvidos.

Em termos gerais, a hanseníase é uma doença que acomete a pele. Ela não é hereditária e seu desenvolvimento e gravidade dependerão da imunidade do organismo da pessoa infectada.

Quer saber quais são os sintomas e sua forma de tratamento? Continue a leitura!

Sintomas da hanseníase

A doença costuma se manifestar com sensações de dormência, formigamento e fisgadas nas extremidades do corpo, como mãos e pés, além de diminuir a força muscular, até mesmo para segurar pequenos objetos.

Outro sintoma é o surgimento de manchas esbranquiçadas ou avermelhadas e, nesses locais, é comum haver perda de sensibilidade, ou seja, a pessoa passa a não sentir calor, frio ou dor.

Caso apresente algum desses sintomas, deve-se procurar um médico. Quanto mais rápido for feito o diagnóstico, mais eficiente será o tratamento.

Tipos de hanseníase

Com o avanço da medicina, foram descobertos níveis de hanseníase, incluindo casos mais leves, como a Hanseníase Tuberculoide, e a Hanseníase Virchowiana, modo mais grave da doença.

A seguir, conheça 4 formas clínicas da doença:

1. Hanseníase indeterminada

Neste tipo, a doença está em fase inicial e é mais comum em crianças. Quando iniciada nessa fase, apenas um em cada quatro pacientes evolui para outro estágio clínico.

2. Hanseníase Tuberculoide

Esta é a forma mais moderada da doença, provocada por uma quantidade menor de bacilos. Sendo assim, não é contagiosa.

Nesse estágio, o paciente de Hanseníase Tuberculoide chega a ter apenas uma ou poucas manchas esbranquiçadas ou avermelhadas no corpo. Os sintomas comuns são enfraquecimento e atrofiamento muscular.

3. Hanseníase Borderline

Este nível é a forma intermediária da hanseníase, mas que já apresenta sintomas mais evidentes da doença. Pacientes contagiados pela Borderline desenvolvem manchas pelo corpo, que chegam a cobrir áreas completas.

4. Hanseníase Virchowiana

Caracterizada por sintomas mais acentuados e graves, este nível da doença é multibacilar, isto é, causada por muitos bacilos/parasitas e é contagiosa.

Os sintomas mais comuns são erupções na pele, dormências e enfraquecimento muscular, que chegam a prejudicar o nariz, os rins e os órgãos reprodutivos masculinos.

Tratamento da doença

Mesmo sendo contagiosa em um nível mais avançado, as pessoas que têm hanseníase não precisam ser afastadas do convívio familiar. A doença não é transmita pelo compartilhamento de objetos, amamentação ou relação sexual.

A hanseníase tem cura e o tratamento pode ser feito nas unidades públicas de saúde ou em clínicas especializadas e vai depender da gravidade da doença, mas costuma ser feito pela administração de dois ou três tipos de medicamento, sendo chamado de poliquimioterapia.

Agora que você já sabe o que é hanseníase, que tal continuar se informando sobre outros assuntos relacionados à saúde? Descubra o que é a H1N1 e saiba o que é preciso considerar sobre o vírus!