Ligue Agora! (11) 3995-3736

A preocupação com a saúde tornou-se uma prioridade: essa é uma responsabilidade que exige atenção não só com o corpo, mas também com o planejamento financeiro.

No Brasil, um sistema público com diversos problemas acaba levando muitas pessoas a optarem pelos serviços privados. Trata-se de uma alternativa que oferece maior qualidade, segurança e tranquilidade aos seus usuários.

Quem se preocupa com o bem estar da sua família provavelmente já procurou saber mais sobre os planos de saúde — especialmente sobre quais vantagens eles oferecem, seus melhores valores e se realmente vale a pena contratar esse serviço.

São várias as opções do mercado, mas você já ouviu falar do plano de saúde com coparticipação? Se a sua resposta foi não, você veio ao lugar certo!

Veja a seguir o que é plano de saúde com coparticipação e como ele funciona!

O que é como funciona o plano de saúde com coparticipação?

Hoje, as operadoras oferecem duas opções de plano: os coparticipativos e os sem participação.

Na maioria das vezes, estamos familiarizados com os contratos tradicionais. Neles, o cliente paga um valor mensal que cobre todos os procedimentos a serem realizados sem pagamentos extras.

No caso do seguro coparticipativo, também é realizado um pagamento fixo todos os meses. Porém, essa mensalidade tende a ser mais baixa, pois o cliente terá custos extras todas as vezes que necessitar realizar algum procedimento.

Na prática, o valor pago todo mês seria uma espécie de taxa de manutenção prevista em contrato, e as cotações adicionais seriam um complemento para custear o que foi utilizado. Tudo isso deve ser regulamentado pela ANS (Agência Nacional de Saúde).

O recebimento da corretora pela prestabilidade dos serviços é realizado através de uma fatura e o recolhimento dos extras é efetuado sempre no mês seguinte a realização de qualquer exame ou consulta.

Quais são as vantagens do plano de saúde com coparticipação?

Em tempos de crise econômica, vale a pena pensar em poupar o seu dinheiro. É nesse quesito que essa modalidade de seguro se destaca: você não precisará cortar do seu orçamento os gastos com o plano de saúde. Os convênios coparticipativos oferecem excelentes vantagens de preço.

Outro atrativo é a fixação de um teto percentual para consultas e exames, ou seja, valores regulares e pré-estabelecidos por um limite máximo. Assim, tanto os usuários quanto as empresas estarão sempre cientes dessas condições.

A ANS estabelece que o pagamento das tarifas de coparticipação não deve coincidir com o montante integral do procedimento realizado. Esse valor também não pode ser superior às possibilidades econômicas do consumidor, pois isso poderia impedi-lo de ter acesso ao serviço.

Vale lembrar que mesmo no caso de internações não serão geradas cobranças adicionais, assim como nas cirurgias, tratamentos terapêuticos, quimioterapia, sessões de psicologia e fisioterapia.

Como escolher a melhor opção?

Agora que você já está mais informado sobre esse assunto, sua escolha não será feita por acaso, não é mesmo? Logo, avalie suas necessidades e estude bem a empresa que pretende contratar, ponderando com cuidado qual tipo de convênio que melhor atende as suas necessidades.

Vale lembrar ainda que os planos de saúde com coparticipação estão acessíveis tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica!

E você, já conhecia a modalidade de plano de saúde com coparticipação? Quer saber ainda mais sobre esse assunto? Continue aqui no blog e entenda como funciona a cobertura dos planos de saúde!

Clique aqui e solicite orçamento expresso. Entraremos em contato em 10 minutos.