Ligue Agora! (11) 4902-9052

Tecnologia na saúde: o que muda para você?

A tecnologia na saúde é uma estratégia que traz resultados clínicos e gerenciais eficientes, sempre acompanhando a demanda dos pacientes e dos administradores que almejam técnicas diferenciadas.

O uso de recursos tecnológicos foi incorporado, quase que simultaneamente, às demais plataformas do cotidiano das pessoas, com o grande diferencial de facilitar a medicina diagnóstica e terapêutica.

Além disso, devido ao modismo advindo com a tecnologia, muito indivíduos pleiteiam por novas formas de interatividade com os profissionais de saúde, recursos facilitadores para a obtenção de resultados, dispositivos osteoarticulares mais sofisticados, dentre outras possibilidades.

Quer saber como a tecnologia pode mudar o seu conceito sobre os serviços de saúde? Então acompanhe nosso post de hoje e descubra!

 

Dispositivos clínicos mobile

A tecnologia trouxe para o paciente a monitorização dos parâmetros clínicos em tempo real — algo desejado por muitos profissionais de saúde. Fabricados em artefatos pequenos e portáteis, os dispositivos detectam alterações fisiológicas rapidamente.

Esse é o caso dos relógios inteligentes e dos telefones celulares que permitem a inserção de plataformas para monitoramento dos padrões de glicemia, da pressão arterial e dos níveis de oxigenação do paciente, aumentando o controle sobre a efetividade da terapia, inclusive dos exames de rotina dos idosos.

Utilizando softwares adequados, os pacientes terão, em suas mãos, relatórios das principais medidas laboratoriais que são detectadas frequentemente por meio de mudanças na corrente sanguínea.

Além disso, poderão enviar essas informações para os médicos que os assistem, para que sejam feitas intervenções precocemente.

 

Emissão on-line de diagnóstico

O diagnóstico clínico é complemento da anamnese do profissional clínico. Por meio desse documento, os profissionais clínicos instituirão as melhores condutas terapêuticas considerando a relação benefício x risco.

A emissão on-line de diagnósticos e exames laboratoriais está substituindo exponencialmente a versão manual desse documento, diminuindo o tempo de espera do paciente pelo resultado clínico.

Além disso, essa estratégia possibilita a impressão desses documentos clínicos, reduzindo o extravio e a perda desses papéis, situação que dificulta significativamente a avaliação do prognóstico do paciente e as intervenções clínicas.

 

Medicamentos mais efetivos

As medicações usadas atualmente são desenvolvidas para tratar afecções graves ou diminuir as complicações das já existentes. Porém, muitos medicamentos ainda causam reações adversas desagradáveis ou não causam efeitos clínicos significativos.

Pensando nisso, a indústria farmacêutica tem se preocupado em potencializar a ação farmacológica de alguns fármacos por meio de ferramentas tecnológicas mais eficientes e direcionadas ao alvo em questão.

Algumas técnicas de biologia molecular, como a descrita para o DNA recombinante, o uso da cromatografia de alto desempenho e a fabricação das moléculas inteligentes, são alguns dos exemplos de como essas estratégias estão melhorando o prognóstico dos doentes.

Sendo assim, todos os métodos apresentados vieram para contribuir para a sobrevida do paciente, ampliar as estratégias existentes, analisar as metodologias mais eficientes e promover o uso racional da tecnologia na saúde.

A tecnologia na saúde é uma tendência com grandes potencialidades para o sistema assistencial público e privado. Sua versatilidade permite a monitorização de parâmetros bioquímicos, a emissão on-line de documentos clínicos e as descobertas de novos alvos terapêuticos. Além disso, está incorporada ao cotidiano dos indivíduos, o que facilita a integração do mundo virtual e real.

E você, já foi favorecida pela tecnologia na saúde? Quais aspectos você ainda precisa conhecer?